Price €120Night
  • Bed : 1 double bed
  • Occupancy : 2 adults
  • Location : 1st to 2nd floor
  • Size : 22 m²
  • View : City, garden and mountain

Furnished convenient and comfortable, these rooms offer beds Queen Size or Large Twin.

Room Services

  • Safe Box
  • Mini-bar
  • Hairdryer
  • Phone
  • Free Wifi
  • Air conditioning
  • Flat-sreen
  • Cable Channels
  • Free toiletries
(Português) Superior 02  
  • Quarto 101 - As Raízes Desde tempos imemoriais que a sua serra, a amenidade do seu clima e a fertilidade dos seus solos atraíram a esta área povos e culturas diferentes. Existem vestígios de ocupações humanas, pelo menos, desde o IV milénio a.C. o que demonstra a antiguidade da habitação humana na região. Com os Romanos ganhou o estatuto da cidadania do Império – Municipium Civium Romanorum – o que atesta a sua importância. Já no período muçulmano chega-nos o primeiro texto com uma menção expressa a Sintra: o geógrafo Al-Bakri (1014-1094) impressionou-se com a sua fertilidade, nomeadamente com as suas maçãs abundantes que chegavam a ter “quatro palmos de circunferência”. Iberos, Celtas, Lusitanos, Romanos, Visigodos, Muçulmanos, Cristãos – Sintra é o resultado da passagem de todos estes povos. Podeis encontrar pistas para isso um pouco por todo o concelho, mas em especial no Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas – uma viagem às raízes de Sintra.
  • Quarto 102 - Maçãs/Rio das Maçãs As maçãs, conhecidas como o fruto do pecado, eram de tal forma abundantes na região, que caíam às águas do Rio das Maçãs e chegavam ao mar; tendo a praia onde desaguava ficado conhecida como Praia das Maçãs.
  • Quarto 103 - Casino de Sintra Nos anos 20 do séc. XX, é inaugurado o Casino de Sintra, centro de lazer e cultura. Apesar do casino, enquanto tal, ter encerrado, o edifício manteve a sua vocação. Actualmente, acolhe o Centro Cultural Olga de Cadaval e um centro de exposições temporárias.
  • Quarto 107 - Éden/Jardim do Paraíso Sintra é terra de pomares e terreno fértil, elogiada pelo geógrafo muçulmano Al Bakri (séc. XI). Exemplo desta riqueza é o jardim de Monserrate com mais de 3000 espécies exóticas.
  • Quarto 108 - Lenda de Colares Reza a lenda que a Condessa de Compa fugiu da Dinamarca com os seus 3 filhos após o Rei ter morto o seu marido. Chegada a Sintra, seus 3 filhos apaixonaram-se pelas 3 sobrinhas do mouro Zeilão, governador de al-Ushbuna (Lisboa), e ofereceram como dote 3 colares de ouro.
  • Quarto 202 - Azenhas do Mar O nome desta localidade advém das antigas azenhas (moinhos de água) existentes no local. Tornou-se estância balnear quando, entre 1930 e 1955, ficou ligada a Sintra através do Eléctrico (que actualmente apenas chega à Praia das Maçãs).
  • Quarto 203 - Vinho de Colares O vinho de Colares terá sido o primeiro vinho de mesa português, produzido desde a Idade Média. Era o vinho que ia nas caravelas dos Descobridores Portugueses do séc. XVI e XVI. Ainda na actualidade é possível visitar as caves de Colares onde é feito e armazenado o vinho e onde se pode, também, fazer uma degustação do mesmo.
  • Quarto 207 - Descobrimentos Nos séc. XV e XVI, os portugueses lançaram-se à descoberta do mundo pela via marítima. O Cabo da Roca, em Sintra, era uma referência para os mareantes, indicando a chegada a bom porto.
  • Quarto 208 - Património da Humanidade Em 1995, Sintra foi classificada de Património da Humanidade. Mágica e romântica, Sintra é o resultado do trabalho conjunto entre o Homem e Deus, entre a Arte e a Natureza.